14 de julho de 2020
  • Gastronomia.com España
  • Gastronomia.com México
  • Gastronomia.com Perú
  • Gastronomia.com Colombia
  • Gastronomia.com Paraguay
  • Gastronomia.com Argentina
  • Gastronomia.com Ecuador
  • Gastronomia.com Portugal
  • Gastronomia.com USA
Siga-nos no  

4 de dezembro de 2019
Avaliação  51 (1)
O grão de ouro dos Andes: Quinoa
FacebookTwitterGoogle PlusLinkedin
Quinoa fazia parte da gastronomia básica dos Incas e atualmente é um dos principais alimentos da região andina. Com origem da América do Sul e graças a suas propriedades se espalhou por todo o mundo sobretudo nos países europeus e norte-americanos.
 
É um pseudocereal que faz parte da família da beterraba e do espinafre. Existem dois tipos, um avermelhado e um branco cremoso, os feijões cozidos são macios, algo crocante e com um sabor delicado e um pouco amargo. Quinoa é perfeito para qualquer dia, no café da manhã você pode consumi-lo como cereal, no almoço como parte da salada ou até mesmo como uma alternativa ao arroz e à noite como um companheiro leve.
 
Você pode substituir o arroz porque o dobra em proteína, além de ser a grande fonte de fibras, cálcio, vitaminas para você e ser livre de glúten. Mesmo hoje os veganos consomem muito por serem uma fonte completa de proteínas, eles geralmente preparam os hambúrgueres de quinoa.




 
Por este e muitos outros benefícios, a Organização das Nações Unidas declarou 2013 como "o ano internacional da quinoa".
 
No Equador, a quinoa é produzida em províncias como Carchi, Chimborazo, Imbabura e Pichincha; Segundo estatísticas do Ministério da Agricultura, dois mil hectares de quinoa são cultivados cada ano. O grão dourado do Equador é reconhecido por sua qualidade.
 
Créditos da imagem: Pinterest
 
Diana Ramírez R.

Valora esta noticia 

 

Top videos

EVENTOS
19 de junho de 2019
(11)
FIBEGA MIAMI 2019